quinta-feira, 1 de março de 2018

Fechamento do mês - fev/18

E aí pessoal,


Fevereiro passou bem rápido sem maiores novidades.
O bitcoin continuou na sangria no começo do mês e agora ensaia uma recuperação tímida, mas ainda falta um bocado para se recuperar.
Como minha exposição é alta, tive mais um prejú esse mês. Esse ano começou triste :'(

Aporte: R$ 2140
Rentabilidade do mês: -4,45%

O bom é que mesmo com os dois prejuízos seguidos, eu ainda estou na casa do milhão com uma certa folga.
De qualquer maneira estou remanejando a minha carteira lentamente, adquirindo cada vez mais FIIs. Com Bitcoins eu ainda tenho uma limitação de deixar essa grana fora do radar da receita, então preciso ir muito lentamente transformando ele em dinheiro limpo no meu patrimônio.
No cenário político tudo continua na mesma, eu parei de acompanhar o noticiário faz tempo. No tempo livre, eu jogo, leio livros, assisto palestras, tem tanta coisa interessante para se fazer ao invés de assistir o mesmo blábláblá sobre política de sempre.

Post curto mesmo, estou sem muita inspiração pro blog.

Abraços!

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Fechamento do mês - jan/18

E aí pessoal,




2018 começou com o pé esquerdo no mundo das criptomoedas. O Bitcoin desabou forte, assim como todas as outras moedas e tokens. Uma correção forte já era esperada, afinal o Bitcoin disparou de menos de $7000 para quase $20000 em menos de dois meses. Muitos escândalos também estão ocorrendo nesse novo mundo, com muitas "moedas" lixo sendo emitidas e se tornando bilionárias rapidamente, sem ao menos possuir ainda alguma utilidade prática.

Estamos no começo de uma nova tecnologia e presenciando agora a fase de "crash" para depois a coisa acalmar e o mercado finalmente perceber qual o valor que pode ser criado através de blockchains. Esse mês eu aproveitei também para fazer alguns cursos relacionados ao tema, já que eu trabalho na área de TI e me interessei por entender como funcionam smart contracts, a rede do Ethereum e qual a sacada dessas ICOs que estão surgindo (para quem não sabe um ICO é como se fosse o IPO de uma ação, ou seja, você levanta fundos e emite um token num blockchain).

Bom, a real é que nesse tipo de "investimento" surgem realmente muitas porcarias, e por enquanto fica difícil separar o joio do trigo. Obviamente existem empresas e projetos muito bem intencionados, mas a quantidade de lixo sendo emitido e golpes sendo aplicados é gigantesca. Para mim o Bitcoin continua sendo o único ativo real no meio dessa brincadeira, por ser a rede mais sólida, descentralizada (isso é EXTREMAMENTE IMPORTANTE), sobrevivente a um longo tempo e com os melhores profissionais e equipes. O Ethereum por exemplo é uma excelente tecnologia, porém não existe nenhum sentido em usar o Ether como moeda para nenhuma finalidade além de poder emitir smart contracts na rede. Ele ainda está em fase beta, é muito cru, possui vários problemas e é extremamente centralizado (a emissão de novos ethers e seu limite ainda não foram definidos e mudam de acordo com o desejo de uma entidade central).

Por outro lado a bolsa de valores subiu, os FIIs valorizaram bastante, o dólar caiu e a vida segue numa boa. Ano de eleição, muita turbulência por vir, mas o que importa pro mercado por enquanto é ver petista condenado e na cadeia, pois todos sabemos a Venezuela que isso aqui vai virar em caso de eleição do Lula.

Pois bem, graças ao BTC o ano começou com queda:

Prejuízo: -13,55%
Aporte: R$ 0

O prejuízo teria sido bem maior se eu não tivesse vendido uma grande parte da posição acima dos 50k, mas ainda assim foi bem considerável. Por enquanto sigo com a maior parte do dinheiro parado esperando formar fundos para voltar a comprar, pois a análise gráfica do BTC está um pesadelo.

Aporte zero pois geralmente em janeiro tenho muitos gastos extras e surgiram despesas com a família também, mas acredito que daqui pra frente eu volto a aportar regularmente.

De resto continua tudo bem, esse ano estou focado em aprender coisas novas e esse curso foi o primeiro passo. Vou começar a gastar mais em conhecimento, qualidade de vida e desenvolvimento pessoal. Não adianta ter dinheiro e não aproveitar de forma correta (mas sempre de maneira sustentável é claro).

Abraços!

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Fechamento do mês - dez/17

Hoje é um novo diaaaa... de um novo tempoooo... que começouuuu...

Enfim 2017 chega ao seu final! E em mais um mês espetacular!




Provavelmente o ano mais interessante da minha vida! Ele começou uma porcaria, eu estava com a cabeça péssima, depressão e medicamentos, relacionamento fracassado, falta de motivação e sentido... uma merda! E depois tudo melhorou e a coisa inverteu de uma forma que se tornou o melhor ano da minha vida!

Esse foi o ano em que eu finalmente cheguei no meu primeiro milhão conforme eu já falei aqui. Eu também evolui em termos de idioma, independência (saí da casa dos pais pra morar sozinho), viagens internacionais, baladas... mudei muitos conceitos, tirei alguns fardos das minhas costas, comecei a viver de uma maneira mais leve e me livrei de pensamentos ruins. Claro que ainda tenho muito a melhorar, mas esse foi um ano espetacular em todos esses pontos.

2018 vem aí e preparem-se para a turbulência. 2017 foi basicamente um ano de alívio na economia brasileira desde o impeachment, e mesmo que as coisas não tenham melhorado quase nada em termos reais, o otimismo do mercado reinou pois foi possível enxergar uma luz no final do buraco que o PT enfiou o país.
Luz essa que pode sumir novamente dependendo do resultado das eleições.
Com as atuais candidaturas PÉSSIMAS como sempre, vai ser mais um circo dos horrores acompanhar as eleições e o populismo habitual dos candidatos a salvadores da pátria que vão tentar convencer um povo bovino e dependente do Estado que são as melhores opções. Aí virá toda aquela ladainha de que tem que dar calote em dívida pública, que o capital estrangeiro é nefasto, que precisa de bolsa isso e bolsa aquilo... sempre a mesma coisa.
Eu trabalho com o cenário de muita turbulência na economia, visto que se o Lula for realmente candidato estamos muito fudidos. Qualquer pesquisa Datafolha já vai tremer tudo. Por isso, meus investimentos serão defensivos. Boa parte em Tesouro SELIC para ter liquidez e dinheiro em caixa para comprar ativos baratos nesses momentos de pânico. A estratégia padrão é continuar montando uma carteira cada vez maior de FIIs, e para risco maior os bitcoins. Essa estratégia deu MUITO CERTO nos últimos dois anos e não vejo nenhum motivo para mudanças agora.

Bitcoin entrou no centro de todas as discussões e virou um daqueles assuntos em que todo mundo tem a mais absoluta certeza de ter razão em suas opiniões. Como umas das pessoas que acreditou no negócio muito antes de muita gente e já enriqueceu mais do que muita gente que resiste à mudanças, tenho plena confiança de que o mercado de criptos está apenas no começo e que vai causar uma necessária revolução no capitalismo atual. Não sou um bitolado que advoga religiosamente a favor do bitcoin, apenas enxergo a realidade do mercado e dou risada de quem acha que qualquer paper de uma empresa privada vai conseguir a maturidade que o Bitcoin Core levou mais de 9 anos para alcançar. Por isso tomo muito cuidado com as demais criptos. Me lembra muito a bolha dos anos 2000 onde qualquer empresa que registrava um domínio .com se tornava bilionária do dia pra noite.

Mas enfim, vamos aos números finais!

Evolução do patrimônio anual: 158,20%
Evolução do mês: 20,08%

A todos que acompanham o blog desejo que 2018 seja o melhor ano de suas vidas! Que todos os objetivos sejam alcançados com folga!

Abraços!

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

2017 - Considerações finais sobre o bitcoin

Olá amigos,




Faz tempo que não posto nada além do fechamento do mês. Falha minha. Queria muito conseguir me dedicar mais ao blog, principalmente nesses tempos malucos que estamos vivendo.

2017 foi o ano que iniciou a revolução das criptomoedas. Elas já existiam, discretas, vistas com preconceito pela maioria das pessoas, porém nesse ano elas finalmente saíram das sombras e foram parar em todas as conversas de happy hour e provavelmente estarão presentes na mesa de natal também.

Eu fui um feliz early-adopter desse movimento e fui recompensado com meu patrimônio decolando como nunca antes na minha vida, me tornando milionário agora no final de novembro e já agora perto do R$ 1,5mi. Ainda não me caiu muito a ficha e eu sinceramente estou bastante perdido sobre quais rumos tomar na vida agora. Mas esse é um problema muito bom de ter, hehehe.

Bom, sobre o bitcoin: está barato? Está caro? É bolha? É pirâmide? Hora de dar meus pitacos sobre o assunto. Em primeiro lugar, vamos esquecer o preço atual e lembrar do que é realmente o bitcoin. Desde a primeira vez que eu li sobre o bitcoin eu me apaixonei pela idéia, pela tecnologia e pelo o que ele significava em um mundo de fake money impresso por banco central que só joga mais dívida sobre as novas gerações enquanto passa a mão na cabeça de especuladores que inventam bolhas e mais bolhas de crédito. Sempre foi o sonho de qualquer libertário uma moeda global, com quantidade finita, totalmente descentralizada e que permite o envio de qualquer valor para qualquer lugar sem nenhum terceiro envolvido. Eu acreditava que o negócio era promissor e que cedo ou tarde ia acabar virando mainstream.

O bitcoin ainda é a melhor de todas as moedas, mesmo quando a cada dia surge uma nova prometendo ser superior em algumas características. Em primeiro lugar, o que dá valor ao bitcoin é o envolvimento da comunidade que forma sua rede de desenvolvedores, pesquisadores, mineradores e nós, e o bitcoin possui a maior rede disparado. Em segundo lugar, o bitcoin tem o maior tempo de vida e já provou ser bastante resiliente quanto a ameaças e governos idiotas (não existe meio de parar o bitcoin; o que se faz é tentar controlar as corretoras, mas nada impede o P2P e o mercado negro). Por último, de todas as criptomoedas malucas que estão aparecendo, possui a tecnologia mais simples de entender, e eu evito investir naquilo que eu não entendo. Um erro comum agora é tratarem criptomoedas como ações, recomendando que você faça uma cesta diversificada. Bobagem. Existem boas criptomoedas e existem LIXOS puros, que só possuem algum valor hoje pelo desespero dos novatos que perderam o bonde do BTC e agora tentam também sua parte de ganhos astronômicos.

O preço está alto? Difícil dizer. Eu sempre faço o seguinte exercício mental: o dinheiro governamental é despejado em quantidade gigantesca na economia o tempo todo, enquanto o bitcoin é escasso e finito. Se uma parte desse dinheiro tradicional sempre for direcionado à compra de bitcoins, para onde pode chegar a cotação? Quanto mais o bitcoin se consolida, mais tenho a certeza de que isso é o ouro do novo século.

A rede está lenta? Está muito caro transacionar? Sim! Hoje o bitcoin não tem mais muita função como moeda e sim como reserva de valor, assim como o ouro. Isso não significa que será assim para sempre. A Lightning Network está chegando em 2018 para transformar microtransações instantâneas em uma realidade, criando uma nova camada de troca de moedas na rede (pesquisem sobre isso pois os grandes portais infestados de redatores idiotas/patrocinados por banqueiros não sabem). A tecnologia evolui e todos os esforços hoje são concentrados em melhorar a escalabilidade da rede. Se você não acredita no bitcoin tradicional por conta disso, existe o Bitcoin Cash, o Litecoin e outras moedas que possuem taxas menores, porém bem menos volume e muito mais instáveis.

Eu recomendo entrar agora? Não opino sobre isso. Se alguém me perguntasse mês passado eu diria para aguardar uma correção, mas custava cerca de 25 mil e agora está 55 mil. Ou seja: sei lá. Cada um tem que estudar corretamente, se informar o máximo possível e colocar o capital que está disposto a ver oscilar bastante no momento que sentir mais confortável.

Como eu gosto de dizer quanto me perguntam, esqueça o preço e entenda o significado do bitcoin antes de qualquer coisa. O mais importante de avaliar em um ativo disruptivo como esse é o impacto que ele causa em todo o sistema financeiro global. Sem entender isso, você vende na primeira queda brusca desesperadamente. Mantenha-se focado em receber notícias e análises de boas fontes, pois hoje a desinformação propagada pelas fake news e o amadorismo de algumas reportagens beira ao ridículo. Esqueça os idiotas que falam que é bolha ou pirâmide, pois eles não estão entendendo nada do que está acontecendo.

E lembre-se: se for investir, você é o seu próprio banco. Carteira particular, chave privada bem protegida e é só correr pro abraço. Nunca deixe na mão de terceiros.

Este provavelmente foi o último post antes do fechamento de 2017, então desejo a todos um FELIZ NATAL e um INCRÍVEL 2018!

Abraços!



quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Fechamento do mês - nov/17 - MEU PRIMEIRO MILHÃO


SIM! FINALMENTE! PRIMEIRO MILHÃO ALCANÇADO!!!




É isso mesmoooooooo!
Agora eu sou um milionáriooooo!!! Aeeeeeeeee!!!



Graças a mais uma violentíssima valorização dos Bitcoins, meu patrimônio apenas esse mês aumentou 28,48%, fez com que a valorização desse ano ultrapassasse os 100% e catapultasse todas as minhas estimativas de chegar no primeiro milhão em mais de 6 ANOS (eu tenho uma planilha feita no começo do ano e a visão mais conservadora dela faria com que eu chegasse no valor atual em junho de 2023)!



Bom, quem poderia imaginar que isso iria acontecer esse ano? Eu com certeza NEM NAS MELHORES PREVISÕES E EXPECTATIVAS, mas aí está! R$ 1000000.
Nessas horas a gente vê todo o esforço sendo recompensado, desde aquele primeiro salário de estagiário que já foi boa parte aplicado na poupança, todos os luxos que eu abri mão enquanto via meus amigos comprando seus carros, indo em restaurantes caros e financiando seus apês, todo o julgamento sofrido por ser mão de vaca, todos os comentários idiotas dos que até hoje não conseguem juntar nem R$ 5000 na conta... está aí. CHUPA SEUS OTÁRIOS!



Quem sabe que eu agora sou um milionário? 

NINGUÉM. ABSOLUTAMENTE NINGUÉM. Simplesmente não confio em ninguém para dividir essa informação, ou até confio porém sei a dor de cabeça que isso vai me causar.
Ex: contar para a família mais próxima (pais e irmãos) -> vão me olhar como um banco ambulante, minhas responsabilidades com eles irá aumentar, a notícia pode se espalhar para pessoas que eu não gostaria que soubessem...
Contar para a namorada -> a pressão para tudo vai aumentar: casamento, presentes, mais gastos...
Amigos -> amigos vão e vem, alguns podem se aproximar por interesse, outros se afastar por inveja, não é nada interessante contar para nenhum deles...

Ou seja, a jornada até aqui foi bastante individual e solitária, e poucas pessoas me ajudaram/apoiaram de verdade, então a comemoração é individual e solitária também.

Não vou ostentar, não vou comprar um carrão foda, não vou comprar um imóvel ainda, vou continuar meus planos como sempre continuei. Patrimônio, renda passiva e estabilidade financeira. Vou comprar o que eu quiser mas sem esbanjar. Até hoje não consigo comprar nada que eu considere demasiadamente caro (eu vou em mercados diferentes porque já sei onde encontrar cada produto mais barato).

Pretendo gastar mais em itens que reforcem a minha qualidade de vida e bem-estar, como um plano de saúde melhor, mais cuidados com a saúde e alimentação, itens de lazer (sem exageros) e talvez um carro mais seguro contra acidentes.



Situação dos investimentos

Quem vem acompanhando sabe da alocação absurda que tenho agora em Bitcoins (no começo do ano representava 15% da carteira e hoje representa quase 50%). Para eu rebalancear a carteira, eu precisaria vendê-los e trocar por outros ativos mas quero fugir de impostos, afinal o grande benefício das criptomoedas é estar fora do radar financeiro. Existem algumas estratégias para isso, mas basicamente consiste em pouco a pouco ir retirando devagar e alocando em outros investimentos. Isso deve ser feito com MUITO CUIDADO. Com certeza a receita fuderal vai começar a olhar com muito mais atenção para esse tipo de ativo agora e é mais certeza ainda que vão baixar alguma regulação nas corretoras de Bitcoin para que elas forneçam dados de seus usuários.
Não tenho pressa quanto a isso, o grande problema é deixar muito do meu patrimônio em um ativo de risco que oscila muito (felizmente só pra cima atualmente rsrs).

Visão sobre o bitcoin

Sigo muito tranquilo com relação a isso, acho que ainda está longe de ter a adoção que tem potencial, e com certeza a partir do ano que vem fundos de investimentos vão começar a criar produtos para aplicar em criptomoedas e permitir que os leigos possam ter acesso aos bitcoins sem precisar entender como criar uma carteira e proteger sua chave privada.

Talvez estejamos vivenciando o começo de uma era onde vai ser muito mais arriscado usar moeda emitida pelo governo do que as criptomoedas... eu basicamente fui um early-adopter dessa onda e agora colhi os frutos. Quando comecei o blog jamais imaginei que o que me traria meu primeiro milhão seria esse tipo de investimento tão obscuro e desconhecido.

Rentabilidade do mês: 28,48% (EITA PORRA)
OBJETIVO DO PRIMEIRO MILHÃO ALCANÇADO!!!

É isso aí galera, estou muito feliz, desejo que todos também consigam alcançar seus objetivos e sigam investindo firme com disciplina e paciência... basicamente eu levei 11 anos para juntar a grana que tinha no começo de janeiro, e nesses 11 meses eu ganhei mais que o dobro de uma vez. Uma hora o esforço é rapidamente recompensado.

Abraços!!!

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Fechamento do mês - out/17



YES CARALHO!!!

Mais um espetacular, excelente, impressionante e incrível mês para os Bitcoins!
Eu tinha comemorado que em agosto havia sido o meu melhor mês mas veio outubro e mandou agosto pra puta que pariu. O Bitcoin decola para novos recordes a cada dia e sem sinal de parar.

Com esse turbilhão de altas meu patrimônio esse ano já decolou impressionantes 67%.

Para efeitos de comparação, eu tenho uma planilha que eu fiz no começo do ano simulando cenários pessimistas e otimistas de crescimento do patrimônio nos próximos anos. A alta do bitcoin fez com que eu adiantasse 2 anos nessa planilha!

O primeiro milhão vem se aproximando a uma velocidade que eu jamais poderia imaginar, e só me resta comemorar (apenas aqui no blog, afinal eu não quero ser sequestrado).

Rentabilidade do mês: 16,18%


Como vocês podem ver minha alocação em Bitcoin está altíssima. Sim, é um puta risco, mas até agora o retorno tem sido maravilhoso. Vou ver o que fazer com isso.

De resto os investimentos continuam caminhando dentro do esperado, patrimônio com alta liquidez em títulos TD SELIC e também em CDBs com liquidez imediata.

Agora eu vou encher a cara de álcool e drogas para comemorar!

Abraços!


sábado, 21 de outubro de 2017

Como anda a nerdlife - riqueza, trabalho e relacionamentos

Olá amigos,



Bom o blog está praticamente morto há meses, uso apenas para fazer o report mensal dos lucros e prejús. O objetivo desse post é falar um pouco de como andam as coisas por aqui.

Esse ano está sendo um dos mais intensos da minha vida, não apenas financeiramente mas também em carreira, família e relacionamentos, de um ano pra cá foi como se passasse um furacão em tudo e as coisas ficaram bem diferentes depois.
O começo do ano foi psicologicamente péssimo, eu me afundei em um quadro depressivo muito preocupante que até hoje luto para que não volte mais. Acabei terminando o namoro que estava ruim e para me distrair comecei a frequentar baladas de todos os tipos.

Curtir a vida de solteiro foi algo que eu basicamente nunca fiz intensamente e eu peguei esse período para tirar o atraso. Fui em baladas bizarras na Augusta (muita gente estranha e quantidade absurda de jovens gays, bis e sei lá qual dos 341 gêneros que nascem a cada dia), sertanejas, de universidade, churrascos... fiquei com várias mulheres diferentes, mas nenhuma eu quis desenrolar para algo sério. Foram aventuras legais, mas vazias. Talvez por eu não ter vivenciado isso na idade correta, hoje percebo que não tenho muita paciência para frequentar esses lugares por muito tempo. O funk é maioria nesses lugares com suas letras degradantes e batidas infernais (jamais criticadas por nenhuma feminista que frequenta esse tipo de lugar). O que eu gosto mais é de ir em bares de rock ou afins que as pessoas são mais maduras e a música é realmente boa. Aprendi melhor a me virar sozinho e curtir minha própria companhia, mas o que eu ainda prefiro é ficar em casa de boas assistindo um filminho, série ou videogame.

Financeiramente não tenho absolutamente nada do que reclamar, meu patrimônio decolou de uma forma que eu jamais imaginaria nem em minhas melhores previsões muito graças a aposta no Bitcoin, mas o desempenho nos outros investimentos também não foi nada mal. Estou muito próximo do sonhado primeiro milhão e isso é realmente muito realizador.

Morar sozinho foi uma das melhores decisões que já tomei, minha casa ficou do jeito que eu sempre sonhava, a um custo baixo mas com alguns luxos como sofá e cama tops. Eu não tenho vontade de sair daqui pra nada, é muito bom mesmo ter o próprio canto e ter a liberdade de fazer o que quiser com ele.

Meu calcanhar de aquiles continua sendo os relacionamentos. Estou enrolado com uma garota novamente, mas não consigo nunca sentir empolgação o suficiente para fazer planos de longo prazo e também não me interessa em nada a idéia de casar. Passei muito tempo da minha vida buscando ser auto-suficiente e agora vejo que tenho enormes dificuldades de tocar uma relação a dois. Não que eu seja um namorado ruim, mas eu simplesmente não consigo me atrair o suficiente para querer ter uma vida de casal. Namoros para mim enjoam rapidamente, são chatos, simples assim. É uma situação complicada pois eu tento muito mudar esse tipo de pensamento e comportamento mas não consigo. Se a minha atual parceira desistir do nada eu simplesmente não vou me importar muito, e esse comportamento se repete desde sempre.

Falando mais sobre dinheiro, é curioso como a riqueza ocorre de maneira acelerada depois de muito tempo investindo com poucos resultados. Nós aportadores precisamos dedicar um tempo e esforço gigantescos no começo de nossas vidas para formar um patrimônio sólido, muitas vezes sendo rotulados de mão de vaca, muquiranas e malucos por todos aqueles que trocam de carro a cada ano e não se interessam em construir riqueza, mas depois de uma certa quantia o fator juro composto liga o "turbo" e o seu montante parece adquirir vida própria. Em contraste, vejo muitos amigos que seguiram basicamente os mesmos passos de carreira que eu e agora estão completamente endividados e já numa situação de gastos recorrentes que tornará muito difícil sair da "corrida dos ratos". Em geral é o comportamento idiota da classe média citado pelo colega Corey aqui nesse excelente post. As pessoas tem dinheiro mas não sabem usá-lo e depois culpam Deus e o mundo pelos problemas em que se enfiaram.

Meu emprego anda muito bom e mês que vem irei viajar a trabalho para fora do país pela primeira vez, o que será uma experiência muito interessante e que vai me ajudar a ver melhor como é o mundo fora do Brasil e também quais as possibilidades de eu cair fora daqui. Com o crescimento do patrimônio no ritmo que está fica cada vez menos interessante continuar vivendo aqui nesse terceiro mundo infestado de corrupção, crime, burrice... eu nem posto mais nada sobre política aqui pois simplesmente já não há esperança para que as coisas melhorem tão cedo. Ano que vem a eleição será mais um circo dos horrores onde teremos que optar entre 300 candidatos de esquerda e talvez um Bolsonaro que é mais um personagem caricato do que realmente um potencial candidato de direita que pode resolver problemas.

Bom, acho que era isso. Tenho vários tópicos em mente para postar aqui, mas não vou prometer datas rsrs...

Abraços!